Faixa Atual

Título

Artista

Background

40 anos de carreira a solo de Dany Silva: «A minha mãe escondia a viola para eu não me desviar da escola»

Escrito por em 14/12/2018

A celebrar 72 anos de vida e 40 de carreira a solo, Dany Silva lançou este ano o álbum “Canções da Minha Vida”.

O disco reúne artistas que foram marcantes na vida de Dany Silva e no seu percurso ao longo de quatro décadas na música lusófona, como os portugueses Rui Veloso, Luís Represas, Carlos do Carmo, Paulo de Carvalho e Jorge Palma, o guineense Manecas Costa ou, ainda, a cabo-verdiana Nancy Vieira.

A canção que apresentou o disco chama-se ‘A Banhada’, de que se pode ouvir um excerto mais abaixo, e nela Dany Silva partilha a interpretação com Jorge Palma.

Além desta canção, o músico e compositor reuniu em “Canções da Minha Vida” uma coletânea de êxitos da sua carreira, como ‘Poema da Farra’, por exemplo, aos quais acrescentou outros temas que não compôs nem gravou mas que admitiu nesta entrevista, que gostaria de o ter feito.

Todas as canções do álbum foram regravadas com novos arranjos ou, nalguns casos, com roupagem musical nova como Dany Silva contou nesta conversa, que está disponível aqui, depois de um ensaio a que tive o privilégio de assistir.

Músico, cantor e compositor, nascido há 71 anos na Cidade da Praia, na ilha de Santiago, em Cabo Verde, Dany Silva vive em Portugal desde a década de 1960.

No mais recente trabalho, Rui Veloso canta ‘Lua ‘nha Testemunha’ e toca guitarra em ‘Ó Bernard’, enquanto Paulo de Carvalho pode ouvir-se em ‘Poema da Farra’. Tito Paris canta em ‘Nha Mudjer’, Mikas Cabral, dos Tabanka Jazz, em ‘Badjo na Fazenda’, Nancy Vieira em ‘Tempo de Canequinha’, Manecas Costa em ‘Nha cânsera câ tem midida’, Luís Represas em ‘O Namoro’ (tema de Fausto Bordalo Dias), Carlos do Carmo em ‘São Crianças’ e Jorge Palma em ‘A Banhada’, o primeiro single.


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta